Posted by : Kamilo Ferreira sábado, abril 28, 2012



Por:Trinity Bourne
Há um fluxo natural para a vida além do julgamento do bem e do mal. Ele cria condições para a nossa evolução espiritual ideal. É pelo que uma alma anseia  nos níveis mais profundos. Está aqui e agora para cada um de nós se assim escolhermos. Não há erros na jornada espiritual, apenas experiências que nos convidam a descobrir o significado da existência e desvendar a alma. Cada vez que nos sentirmos amarrados ou fora do fluxo, será uma poderosa oportunidade para aprender algo mais profundo. Com cada camada que tiramos, a paz interior se desenrola conforme nos realinhamos mais com o fluxo de consciência superior. Quanto mais tiramos e deixar ir, mais lembramos quem somos a partir de um lugar de plenitude além dos conceitos.

Nada na jornada acontece por acaso. Tudo é parte de uma orquestração divina. Então, se a cura é para ser verdadeiramente eficaz, acima de tudo, somos convidados a abraçar o significado mais profundo da nossa circunstância.





Para mim, a cura espiritual é o retorno à plenitude no nível da alma ou em outras palavras, a lembrança e a integração de quem realmente somos. Por "lembrança" quero dizer a um nível energético ao invés de um nível intelectual. A verdadeira cura espiritual leva-nos à causa raiz, que irá desvendar os nossos bloqueios em todos os outros níveis (físico, emocional, psicológico). Curamos plenamente um aspecto de nós mesmos quando este aspecto estiver curado em todos os níveis, do cármico até o físico.



Como é que a cura acontece?
Na cura verdadeira - como eu a experimento - uma vibração da alma pura ressoa para fora, simplesmente sendo fiel à sua própria natureza. Essa freqüência pode ressoar de uma pessoa ou outra forma de vida senciente (como uma árvore ou animal).

Quando uma pessoa está pronta, essa vibração vai inspirar a lembrança da mesma profundidade da energia universal da vida dentro deles. Uma vez que a frequência é lembrada no nível da alma, em seguida, a "cura" acontece naturalmente de dentro. A pessoa, então, vibra uma freqüência ressonante semelhante, ela mesma, que se desenrola exatamente para o que elas estão precisando.
Como seres humanos podemos sentir que isso é muito simples ou que não estamos fazendo muita coisa. Nosso verdadeiro poder é velado no início da jornada. O verdadeiro poder da energia está além de conceitos, além de "fazer" e da intenção dirigida pela mente. Nós realmente não podemos subestimar a energia da alma ressoante, lembrando-nos de quem realmente somos e inspirando-nos de volta para a totalidade.

Quais campos?
Eu diria que existem dois principais campos no mundo da cura espiritual.

1. A primeira é sobre capacitar outros para se levantarem, despertar e abrir seus olhos. Isto não viola o livre-arbítrio. Pode às vezes ser um processo macio e suave, pode ser em outras vezes extremamente difícil. No entanto, ele busca apenas  nos lembrar quem realmente somos e inspirar a nossa própria alma para animar o nosso Ser neste mundo. 

2. No outro campo a pessoa possui benevolência para com si mesmo e, assim, cria algo que não é. Ele cria uma realidade alternativa para escapar do mundo que queremos deixar para trás. Pode parecer como evolução ou cura espiritual. Mas ele apenas cria outra bolha ilusória. Talvez uma forma mais desejável, mas uma bolha nada-a-menos, isolando-nos da auto-realização plena.

Nós temos uma escolha e temos de decidir por nós mesmos em que campo estamos e o que nos serve melhor. Eu não estou aqui para convencer ninguém. Nós só podemos ver como nos sentimos e ressoamos sobre o que é apresentado para nós mesmos.

A lei do carma
Se formos "tirar" a dor e o sofrimento de outra pessoa, o karma que o criou, em primeiro lugar, simplesmente irá recriá-lo de outra forma.

É o mesmo com qualquer coisa. Se temos um dano físico ou emocional, que é teoricamente 'curado' e a fonte original de desarmonia energética ainda está lá, então o dano irá reformar-se novamente de alguma forma (se não fisicamente, em seguida, talvez até mesmo emocionalmente ou psicologicamente).

Ninguém (não importa quem eles dizem ser), pode remover o karma real que causa nosso sofrimento para nós. Fazer isso seria desafiar a energia da própria existência. Se nós 'fazermos', então nós fazemos isso como uma realidade ilusória. Outras pessoas podem ajudar e inspirar-nos de uma forma que pode catalisar as mudanças mais profundas, no entanto eles não podem "remover" o karma. Um trabalhador de energia pode ajudar a limpar os escombros, uma vez que rompermos o karma nós mesmos. Eles podem ajudá-lo até o portão e talvez até mesmo cumprimentá-lo do outro lado, mas ninguém pode atravessá-lo para você.
O livre arbítrio e não-violação
Benevolência, muitas vezes, irá inspirar uma mudança de percepção, uma pausa esclarecedora ou até mesmo um milagre. Ele faz isso por inspiração.
Não interfere.
Não manipula.
Ele envia uma frequência que toca a mesma ressonância em outros que estão prontos para despertar esses aspectos em si mesmos.

Benevolência não significa 'esforço' para despertar uma consciência mais elevada nas pessoas. Ela só o faz ressoando para fora, cumprindo-se pela sua própria existência. É como uma confiança que vai exatamente onde é convidado.

Cura espiritual verdadeira é o mesmo. Ela não pretende enfraquecer o outro manipulando seu campo de energia. Muitas vezes desperta um momento de mudança de vida de realização, acendendo uma recalibração em um nível energético e, em seguida, celular. Ele simplesmente desperta o que já estava lá esperando para ser liberado.

Co-criando juntos
Pode ser que já 'esteja lá', mas é importante lembrar que nós co-criamos em conjunto. Pode ser inestimável ter o apoio de outro na jornada ... especialmente um que pode dançar com a energia benevolente espiritual do universo.

Assim, mesmo que tenhamos de atravessar o portão nós mesmos, não precisamos ficar sozinhos.

Tradução: Scheila Grade

Leave a Reply

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

- Copyright © Desperte Consciente - Hatsune Miku - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -